quinta-feira, 12 de maio de 2011

Teria havido fraude no carnaval do Rio?

Não sei.
O fato é que ontem foi enviado um e-mail anônimo para um determinado jornalista com a foto de uma papeleta de um dos juradodas das escolas de samba do Rio que, segundo um pretenso perito, teria os números atribuídos com a letra de uma pessoa e a assinatura do jurado com letra de outra pessoa.
Foi um burburinho no meio do samba!
Alguns, açodadamente, tomando o fato como prova irrefutável.
Outros, como o meu amigo jornalista,experiente e precavido, preferindo apurar primeiro, antes de divulgar.
Até porque, algumas perguntas têm de ser respondidas:
a) Quem mandou, por que o fez de forma anônima?
b) Foi o Ministério Público ou algum particular que pediu a investigação por parte de um perito?
c) Esse perito é perito mesmo?
d) Qual a intenção dessa acusação?

A mim me parece que, se realmente, o denunciante tem esses dados em mãos e caso sejam verdadeiros, tem mais é que procurar o Ministério Público para uma acusação formal mas, enquanto procurar apenas a imprensa, está cheirando mais a intriga do que um fato real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário