sábado, 28 de novembro de 2009

O que houve com o Fluminense?


Segundo o nosso repórter Odilon Junior que estava em Quito no Equador, foi efeito de altitude de 2850 metros que derrubou o time.

No intervalo de primeiro para o segundo tempo, nem com balão de oxigênio deu pra levantar a turma. Mesmo?!

A gente sabe que a altitude atrapalha mesmo; o cara puxa o ar e não acha nada. As pernas pesam e a bola "voa" de tão leve.

Segundo os médicos, o ideal nesses casos é o time chegar 21 dias antes no lugar do jogo para ter boa adaptação.

Nada disso pôde ocorrer: O Fluminense - que vem fazendo uma campanha heróica e bonita no brasileirão, mas ainda não fugiu da zona da degola - necessitava ficar no Brasil por causa do brasileirão e só chegou a dois dias da partida em Quito, após uma viagem desgastante de quinze horas.

Fez o gol logo de cara e achou que podia...Nao podia.

Ao invés de se defender, cometeu o erro de jogar de igual para igual, sem o pulmão dos caras.

Deu no que deu !

Agora, precisa de 5 gols no Maracanã pra se sagrar campeão.

Não é impossível, mas é muito dificil.

Só não pode perder o jogo aqui, porque aí, vai por água abaixo a desculpa da altitude.

De parabéns mesmo a torcida tricolor que mesmo com a derrota, recebeu o time com carinho e incentivo...

Quem sabe, ainda dá?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário