quinta-feira, 26 de abril de 2012

Dicró se foi...mas tem festa no céu!


Faz menos de um ano que o Dicró entrou pelo estudio na Tupi na hora do meu programa e, como sempre, sem marcar hora.
Dicró era assim: boa gente, simpático e absolutamente bem-vindo.
Lá vinha ele com suas músicas sacaneando a sogra que, sabemos, na verdade ele amava e respeitava mas em suas letras, esculhambava...rs
Estava no auge e ainda participando do Fantástico quando descobriu que era diabético.
No entanto, ainda assim, Dicró se cuidava, vivia para os shows e principalmente para a família.
Para o grande público, Dicró era o velho malandro que driblava as agruras da vida e nos fazia rir com o bom humor de suas músicas.
Foi-se Dicró, com direito a roda de samba no velório e tudo!
Não podia ser diferente.
Nós, que aqui ficamos por aqui, vamos sentir muita falta dele, enquanto lá no céu Dicró afina a cuíca e o pandeiro pra soltar a voz depois.
Lá, alegria!
Por aqui, saudade...
Vá com Deus amigo Dicró!

Nenhum comentário:

Postar um comentário